Monday, September 10, 2001

Esse final de semana conheci o pai de um amigo meu, lá na praia grande
Mó figuraça, hippie, quase negrão, olhos verdes, cabelos "bicha-power" como eles mesmos descreveram, mistura de pixaim com black power...
Muito caixa preta, afinal faz quase 40 anos fumando maconha...
Chegamos lá na sexta eram 4:30 da tarde, o Carlinhos (nome do pai do meu amigo) tava fazendo feijoada com a D. Alzira, uma senhora de uns 70 e poucos anos, baixinha, óculos grossos servindo de lente para os olhos um pouco cansados...mas a D. Alzira é muito figura tb. Fala palavrão, faz piada, discute, retruca, fala alto, demais...
Aí fomos fumar um fino, no jardim...a casa é simples, sem frufrus, mas com muito estilo...
o jardim é cheio de escultura que o Carlinhos faz, lanternas, vasos (com vários tipos de plantas...), budas, magos, peixes...a noite com as lanternas ligadas deve ficar muito loco...
Aí começou a chegar um monte de gente...Um casal de amigos, o filho da D. Alzira (amigo de infância do carlinhos) e o neto dela (um loirinho com pinta de surfista)...Cada um mais figura que o outro, só falavam merda...Aí foram almoçar (17:30), a D. Alzira perguntor se a gente não ia comer...ante a resposta negativa, ela começou a nos xingar, chamar de chifrudo, que fez a comida com tanto carinho e que os cornos aqui não iam comer...vê se pode?
Bom, depois de um tempo, fomos embora e eu tb. vou ficando por aqui
Daqui a pouco, ou amanhã eu conto a saga do retorno a casa de Carlinhos no Domingo a tarde...mais engraçado e interessante ainda...
No mesmo batsite, nem sempre no mesmo bathorário....
Bom, o título tá cobrindo o "ad" e eu não consigo tirar...a culpa não é minha...

Wednesday, September 05, 2001

Apenas teste